Iniciando com Wildfly 10

Introdução

Wildfly  é um servidor de aplicação Java EE desenvolvido em Java e pode ser executado em qualquer Sistema Operacional, 32 ou 64 bits que tenha suporte ao Java.

Os motivos para se utilizar o Wildfly são:

  1. Unparalleled Speed: O Wildfly possui um startup mais veloz, o processo de boot foi otimizado desde o Wildfly 8, agora os processos são iniciado paralelamente para eliminar esperas desnecessárias e aproveitar o poder dos processadores multi-core. Os serviços não críticos são mantidos em gelo até o primeiro uso.A partir do Wildfly 8 foi inserido um novo web server de alta performance, o undertow que tem a habilidade de escalar mais de um milhão de conexões. Isso nos dá a capacidade de atender alguns requisitos de modernas aplicações web, como: Conectividade, Responsividade e Habilidade de escalar.
  2. Exceptionally Lightweight: O Wildfly fez mudanças significaticas no gerenciamento de memória. Os serviços de runtime foram desenvolvidos para que alocassem o mínimo de heap. Com o uso de class loading modular o servidor de aplicação evita classes duplicadas e que seja iniciado mais módulos que o necessário. Com isso o uso de memória inicial é reduzido, e também evita-se que o garbage collector fique pausando o sistema. Ainda é possível adicionar
  3. Powerful Administration: As configurações do Wildfly são facilmente gerenciadas, de compreensão simples e desenvolvida com foco no usuário. Existem tres formas de gerenciar as configurações no servidor de aplicação: Edição de XML, Por linha de comando e utilizando o Gerenciar web. Não se preocupe, iremos abordar esses temas nos próximos capítulos. Ainda é possível executar o Wildfly de dois modos: Standalone (uma JVM) ou Domain (várias JVMs), isto também será abordado em capítulos futuros.
  4. Supports Latest Standards and Technology: O Wildfly foi todo desenvolvido baseando-se nas especificações Java EE 7. Com isso o servidor de aplicação provém ao desenvolvedor capacidade de criar aplicações web com mais facilidade e agilidade. O Wilfdly também possibilita trabalhar com as novas especificações para web moderna, como Websockets, JSON-P, REST, JAX-RS 2, etc. Tudo isso graças ao Undertow.
  5. Modular Java: O Class loading hierarquico é um problema conhecido, causando entre outros falhas no momento do deploy de aplicação. O Wildfly faz uso correto de classloading por meio de módulos que fazem a isolação da aplicação escondendo as classes de implementação do servidor da aplicação, e apenas “linkando” os Jars que sua aplicação necessita.
  6. Easily Testable: Com a melhora de performance do Wildfly, as aplicações são facilmente testadas utilizando arquilian.
  7. Based on the Best of Open Source: RestEasy, Weld, Hibernate, HornetQ e Arquillian são algumas das tecnologias que estão presentes no Wildfly.

Download e instalação.

Para iniciar a instação, vá até a página wildfly.org/downloads/ e faça o download da versão 10.1.0.Final, ZIP ou TGZ.

Antes de prosseguirmos para instação, certifique-se que tenha o Java instaldo em sua máquina.

Faça o unzip do pacote anterior em uma pasta de sua prefêrencia, no meu caso ficou em /opt/wildfly. Por questões de segurança vamos criar um usuário chamado jboss, e este será utilizando apenas para executar o Wildfly, isso pode ser feito utilizando o seguinte comando no terminal:


# Criando usuario jboss
sudo useradd -r -d /opt/wildfly/ -s /sbin/nologin jboss

# Dando Permissão na pasta /opt/wildfly
sudo chown -R jboss. /opt/wildfly/

Executando pela primeira vez

Após realizar os passos acima, para executar o servidor de aplicação basta acessar a pasta /opt/wildfly/bin e executar o seguinte comando.

sudo -u jboss ./standalone.sh

O comando acima executa o Wildfly no modo standalone para o usuário jboss. Caso tudo ocorra bem, você deve obter a saída abaixo, no final da mensagem:

10:47:32,487 INFO [org.jboss.as] (Controller Boot Thread) WFLYSRV0060: Http management interface listening on http://127.0.0.1:9990/management
10:47:32,488 INFO [org.jboss.as] (Controller Boot Thread) WFLYSRV0051: Admin console listening on http://127.0.0.1:9990
10:47:32,488 INFO [org.jboss.as] (Controller Boot Thread) WFLYSRV0025: WildFly Full 10.1.0.Final (WildFly Core 2.2.0.Final) started in 2809ms - Started 331 of 577 services (393 services are lazy, passive or on-demand)

Acessando o endereço: http://localhost:8080/ você deverá ter a seguinte saída:

Por hoje é só, nos próximos capitulos iremos ver como utilizar os sistemas de gerenciamento do Wildfly.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.